Partilhar

Veículos Elétricos

Os veículos elétricos começam a popularizar-se no mercado nacional, existindo já mais de uma dezena de ofertas disponíveis, com diferentes tipologias e preços cada vez mais acessíveis.

Veículos Elétricos

A origem dos veículos elétricos remonta ao século XIX, no entanto, o início da produção em massa de veículos de combustão por Henry Ford, acompanhado de uma descida considerável de preços, levou ao declínio destes veículos. Ao longo do séc. XX, várias iniciativas tentaram promover a sua utilização deste veículos elétricos mas só na última década, devido ao aumento das preocupações ambientais e à escalada do preço dos combustíveis, é que estes veículos começaram a ser considerados uma alternativa viável. Esta utilização levou à criação de infraestruturas que possibilitem o carregamento dos mesmos.

Os veículos elétricos contam com um design cada vez mais “consensual” e caracterizam-se pela ausência de caixa de velocidades e embraiagem, pelo facto de disporem da totalidade do seu binário no arranque e por terem travagem regenerativa, permitindo aproveitar a energia das travagens para carregar as baterias e abrandar o carro mais rapidamente quando se tira o pé do acelerador.

Em Portugal, foi criada a rede MOBI.E para gerir a rede de postos de carregamento para veículos elétricos, contando já com mais de 500 postos de carregamento distribuídos por todo o país. Esta rede engloba também os novos postos de carregamento rápido (PCR), de utilização paga, e os postos de carregamento normal (PCN), de acesso livre e gratuito. Um PCN (de 3,7kWh) permite o carregamento da bateria de um elétrico num período com uma duração, aproximada, de 6 a 8 horas. Já, um PCR (de 22kWh) permite carregar o mesmo veículo em menos de uma hora. Estes permitem ainda o carregamento de 80% da bateria em 20 minutos e estão localizados maioritariamente em áreas de serviço e principais centros urbanos, de forma a promover a utilização diária destes veículos.

Se pensa comprar um veículo elétrico, tenha em consideração o tipo de utilização do veículo e a autonomia das baterias do mesmo, veículos com baterias com capacidade de 20kWh têm uma autonomia típica até 150km, já os veículos com baterias com capacidade superior a 80kWh tem autonomias superiores a 300km.

Carro a gasolina

Um SMART Fortwo a gasolina, representa um investimento de 13.215€ e tem um custo anual de 2.177€.

Carro elétrico

Um SMART EQ Fortwo elétrico representa um investimento de 22.500€ e tem um custo anual de 739.90€.

Poupança

A utilização de um SMART EQ Fortwo (elétrico) representa uma poupança anual de 1.437€.

Outras dicas
  • Carregue o seu carro elétrico nos postos de carregamento públicos e aproveite o período transitório gratuito;
  • Os custos de manutenção anuais de um carro elétrico são mais reduzidos, por existirem menos componentes mecânicos;
  • A autonomia da bateria de um carro elétrico é um fator importante a ter em conta no momento da compra. Antes de comprar verifique se a essa é suficiente para os seus percursos diários.
  • Alguns municípios (p.e. Braga, Guimarães e Lisboa) isentam os veículos elétricos do pagamento de estacionamento;
  • Os carros elétricos dispõem de uma transmissão que utiliza as travagens frequentes para regenerar a energia de travagem para o carregamento das baterias;
  • Em Portugal encontra-se em vigor um incentivo para a aquisição de veículos elétricos novos no valor de 2.250€, a atribuir pelo Fundo Ambiental;
  • As emissões de CO2 e outros poluentes de um carro elétrico são nulas, permitindo deslocações ambientalmente mais sustentáveis;
  • Os veículos elétricos contribuem para a redução da poluição sonora nos meios urbanos, devido ao seu baixo ruído de funcionamento.

Caso prático

Para o caso apresentado foi considerado um veículo do qual existe uma variante com motor de combustão e outra elétrica, o SMART Fortwo.

Adicionalmente, consideram-se os seguintes pressupostos:

Posto de carregamento

Smart Fortwo Passion (gasolina) com caixa manual:

  • Realização de 20.000 km/ano;
  • Abastecimento de gasolina a 1,55€/L (preço médio da gasolina 95 simples);
  • Manutenção anual no valor de 524,56€ (dados do fabricante);
  • Imposto Único de Circulação anual no valor de 102,81€.

Smart Fortwo EG Passion:

  • Realização de 20.000 km/ano;
  • Custo da eletricidade de 0,1024 €/kWh (carregamento no período de Vazio da Tarifa Regulada);
  • Manutenção anual no valor de 440.89€ (dados do fabricante);
  • Isenção de Imposto Único de Circulação anual;
  • Incentivo à aquisição de veículos elétricos de 2.250 €.

Se equaciona comprar carro para as suas deslocações diárias, faça o comparativo com um veículo equivalente elétrico e considere os quilómetros que realiza anualmente. Para esta análise foram considerados todos os custos associados à aquisição e utilização do seu veículo, no entanto outros poderão ser acrescentados, para refinar ainda mais o seu comparativo, como os custos associados ao estacionamento na via pública.